Pular para o conteúdo principal

Postagens

Conheça os benefícios do pimentão verde, o produto destaque da semana (16/01)

Consumido na maioria das vezes em saladas e refeições cruas, o pimentão verde talvez seja um dos vegetais mais ricos em propriedades nutricionais para a saúde humana. Assim como seus irmãos de coloração amarela e vermelha, nosso produto da semana é uma hortaliça nativa do México e pertencente à família do jiló, da berinjela e da batata, portanto é amplamente consumida na América Latina.
O pimentão verde possui um sabor e aroma distinto, o que faz dele um vegetal muito apreciado nas casas brasileiras. Além disso, o fato de ser rico em vitamina E, carotenoides e betacaroteno faz dele um ótimo aliado contra as mais variadas doenças e disfunções corporais. Por possuir muitos componentes antioxidantes, estima-se que nosso produto da semana seja capaz de prevenir contra mais de 15 patologias humanas, sendo algumas delas o câncer na próstata e no pulmão, a catarata, o envelhecimento precoce da pele, além de auxiliar no tratamento de muitas outras.

Para os que precisam de um reforço nos cuidad…
Postagens recentes

Melão amarelo e cebolinha estão mais em conta esta semana (16/1)

Semanalmente, a CEAGESP (Companhia de Entreposto e Armazéns Gerais de São Paulo) prepara uma lista com produtos com os preços no atacado em baixa, estáveis ou em alta, para você se alimentar bem e economizar mais. Confira a lista dos produtos:
PRODUTOS COM PREÇOS EM BAIXA Abacate geada, ameixa rubi mel, goiaba vermelha, coco verde, mamão formosa, manga tommy, laranja pera, laranja seleta, melão amarelo, abóbora paulista, beterraba, pimentão verde, abóbora moranga, espinafre, repolho roxo, salsa, milho verde, repolho verde, alfaces, beterraba com folha, cenoura com folha, acelga, alho porró, nabo, cebolinha, couve manteiga, batata asterix, alho chinês, cebola nacional e canjica.
PRODUTOS COM PREÇOS ESTÁVEIS Maracujá azedo, pinha, uva niágara, carambola, lichia, melancia, manga palmer, maçã fuji, laranja lima, abobrinha italiana, berinjela, mandioca, abóbora japonesa, salsão, agrião, alho nacional, cebola roxa e batata escovada ,ovos branco.
PRODUTOS COM PREÇOS EM ALTA Abacate avocado, caju, …

CEAGESP parabeniza os trabalhadores de canaviais pelo Dia do Cortador de Cana

Ainda de madrugada, homens e mulheres do interior do Brasil calçam suas botas, colocam sobre a cabeça o chapéu que os ajudará a aguentar o dia de sol quente e partem com enxadas e facões em mãos para uma jornada sem hora para terminar. Essa é a rotina dos milhares de cortadores de cana que trabalham nos canaviais brasileiros. Amanhã, 16 de janeiro, é a data em que homenageamos esses trabalhadores tão importantes para o agronegócio do país. 

A data surgiu para incentivar reflexões e debates sobre as condições de trabalho enfrentadas pelos cortadores, que muitas vezes são obrigados a realizar seus ofícios em ambientes insalubres e por remunerações abaixo do valor assegurado por lei. A figura deste trabalhador brasileiro é importante por representar a etapa inicial do processo de produção de açúcar no país - um dos principais produtos exportados pelo Brasil e alimento essencial para a dieta humana.

Apesar de aparentar ser simples do ponto de vista técnico, o trabalho de ceifa da cana-de-a…

Faça salada de frutas para a sobremesa desse domingo!

Quer alimento fresco e preço justo? Venha para o Varejão!

Esta não é uma foto montada nem retocada: o varejão de sábado e domingo no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) da CEAGESP é assim mesmo! São mais de 300 barracas de frutas, legumes, verduras, flores, pescados e guloseimas como doces, bolos, pastéis e queijos espalhados em uma área coberta de quase 20 mil m2, o equivalente a quase dois campos de futebol! Ah, a entrada e o estacionamento são gratuitos. Venha abastecer sua despensa de produtos vindos diretos do produtor e aproveite para conhecer o maior entreposto de produtos hortifruti do Brasil.
Serviço Varejão de final de semana do ETSP no Pavilhão Mercado Livre do Produtor (MLP) Sábado – das 7h às 12h30Domingo – 7h às 13h30 Entrada pelo portão 3 da Av. Dr. Gastão Vidigal 1946 - Vila Leopoldina/SP

Parabéns Belém do Pará pelos seus 402 anos!

A capital da terra do pato com tucupi e do carimbó está em festa: Belém do Pará completa 402 anos nesta sexta-feira, 12.  Fundada em 1616 pelos portugueses, desenvolveu-se às margens da baía Guajará tornando-se uma cidade histórica e portuária e a mais populosa do estado. Suas tradições folclóricas misturam-se com a modernidade transformando-a em um importante ponto turístico da região norte do Brasil, que conquista seus visitantes tanto pelo olhar, graças às belezas naturais e culturais, como também pelo paladar, devido a um cardápio rico em sabores e combinações inesquecíveis. Parte do roteiro pela cidade pode ser realizado a pé, o que facilita o contato com a rica diversidade do lugar. O mercado Ver-o-peso, com seus 388 anos de história, é parada obrigatória para quem gosta de conhecer e experimentar produtos típicos e regionais. Frutas como bacuri, cupuaçu e açaí são uma ótima pedida e detalhe para esse último que é servido como manda a tradição paraense: com farinha e p…

Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos

Dia 11 de janeiro é comemorado em todo o Brasil o Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos. Essa data tem o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos que o uso indiscriminado de agrotóxicos podem causar, tanto para o ser humano como para o meio ambiente.
Os agrotóxicos são utilizados nas plantações para controlar pragas, doenças e plantas invasoras buscando aumentar a produtividade e em casos extremos faz com que o solo fique fértil para que seja possível a plantação.
O engenheiro agrônomo da Seção de Controle Fitossanitário (SECOF), Gabriel Vicente Bitencourt de Almeida, explica sobre as moléculas usadas para a composição dos agrotóxicos “algumas são muito seguras, e outras mais antigas são extremamente perigosas. A tendência constante é de banimento das mais perigosas e com maiores riscos.”.
O risco de contaminação é extremamente maior para o produtor em comparação ao consumidor final. Para diminuir as chances de contato direto, Almeida diz que é necessário “o uso de equ…